Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quinta-feira, 24 de março de 2016

No limite

Quis o destino que nesta semana em que se celebrou o “Dia da Água” (22/3) registrássemos um preocupante vazamento de óleo da Petrobras no rio Cubatão, na Baixada Santista ; a divulgação de um estudo inédito da Fiocruz e do Instituto Socioambiental mostrando a contaminação dos índios Yanomami por mercúrio (metal pesado descartado pelos garimpeiros nos rios da Amazônia); e um levantamento do Instituto Trata Brasil mostrando que metade da população brasileira não tem o esgoto coletado (aproximadamente 5.000 piscinas olímpicas repletas de matéria orgânica são descartadas a cada dia nos corpos hídricos do país). Pelo andar da carruagem, a universalização do saneamento básico – que avançou apenas 3,6 pontos percentuais nos últimos 5 anos – só será alcançada em 2050.

Manifesto dos Povos do Cerrado no Dia Mundial da Água

O Cerrado, “berço das águas” do Brasil, não só está ameaçado, como tem sido assassinado dia após dia. E se ele for extinto levará consigo a água que chega às torneiras, usada para beber, banhar, cozinhar, molhar as plantações, dar de beber aos animais… Já imaginou a vida sem água? Impossível, não é? Então, se toda essa devastação continuar no Cerrado, terá fim o bioma e as principais fontes de água do Brasil e da América do Sul.

Projeto que prevê afrouxamento de legislação ambiental está para ser votado, por Backer Ribeiro

Este ano comemoramos 35 anos da Política Nacional do Meio Ambiente, criada em janeiro de 1981, a mais importante lei ambiental e um grande marco em termos de proteção ao meio ambiente. Essa política reconhece a importância do meio ambiente para a qualidade de vida e impõe ao poluidor a obrigação de compensar e/ou indenizar os prejuízos ambientais causados por ele.

Água do mar pode dar segurança hídrica para grandes cidades, diz diretor da ANA

O diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu, disse que é preciso considerar a dessalinização da água do mar como fonte alternativa para a segurança hídrica das grandes cidades brasileiras, mesmo sendo uma tecnologia cara. Andreu participou do seminário organizado pela ANA para o Dia Mundial da Água, celebrado na terça-feira (22).

Izabella Teixeira: “Danos no rio Doce serão reparados”

As estratégias em curso para salvar o rio Doce são tão inovadoras que servirão de base para a recuperação de nascentes, de outros rios, como o Tietê e o Pinheiros, e de bacias como a do São Francisco e do Paraíba do Sul, podendo até ser levadas para outros países. Essas colocações foram feitas pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, nesta terça-feira (22/03), em seminário realizado na sede da Agência Nacional de Água (ANA), em Brasília, por ocasião do Dia Mundial da Água.

Fazendeiro é multado em R$ 2 mil por criar lhama boliviana no Brasil

Uma lhama foi encontrada numa fazenda em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, na sexta-feira (18), após uma denúncia de maus-tratos. Policiais ambientais foram até a propriedade e, de acordo com o tenente Renato Pacheco Câmara, não foi constatado maus-tratos, porém, como o animal pertencia à fauna da Bolívia, o fazendeiro foi multado.

Conselho cria grupo para atender população afetada por rompimento de barragem

O Conselho Nacional dos Direitos Humanos criou um grupo de trabalho que vai atuar em favor da população afetada pelo rompimento, em novembro do ano passado, das barragens da mineradora Samarco, na Bacia do Rio Doce, que banha os estados de Minas Gerais e Espírito Santo. A instrução normativa que criou o grupo foi publicada na segunda-feira (21), no Diário Oficial da União.

Rios, córregos e lagos em estado de alerta

Um levantamento com a medição da qualidade da água em 183 rios, córregos e lagos de 11 Estados brasileiros e do Distrito Federal – o mais abrangente até hoje coordenado pela Fundação SOS Mata Atlântica – revela que 36,3% dos pontos de coleta analisados apresentam qualidade ruim ou péssima. Apenas 13 pontos foram avaliados com qualidade de água boa (4,5%) e outros 59,2% estão em situação regular, o que significa um estado de alerta. Nenhum dos pontos analisados foi avaliado como ótimo.

78% dos empregos no mundo dependem de recursos hídricos

A falta de fornecimento de água seguro, adequado e confiável para os setores altamente dependentes de recursos hídricos resulta na perda ou no desaparecimento de empregos e pode limitar o crescimento econômico mundial nos próximos anos, “a menos que exista infraestrutura suficiente para gerenciar e armazenar a água”. O alerta é feito hoje (22), Dia Mundial da Água, pela Organização das Nações Unidas (ONU).

ONU alerta Brasil sobre retrocessos na proteção dos direitos indígenas

A relatora especial da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre direitos dos povos indígenas, Victoria Tauli-Corpuz, afirmou que o Brasil teve “retrocessos extremamente preocupantes na proteção dos direitos dos povos indígenas” nos últimos oito anos. “Uma tendência que continuará a se agravar caso não sejam tomadas medidas decisivas por parte do governo para revertê-la”, informou Victoria no relato que fez ao fim de sua missão ao Brasil.

Falta de preservação ambiental nos afluentes prejudica o São Francisco

O São Francisco é um rio serve para navegar, pescar, irrigar lavouras e também é fundamental para a sobrevivência de animais nativos do Brasil. Na segunda reportagem da série sobre o Velho Chico, o Globo Rural navega pelo estado de Minas Gerais e mostra que, apesar da importância, o rio é maltratado por quem mais precisa dele: o ser humano.

Ebola volta a aparecer na Guiné; OMS tinha declarado fim da epidemia

Duas pessoas de uma mesma família foram tiveram diagnóstico positivo para o vírus ebola na Guiné, segundo a agência France Presse. Tratam-se dos primeiros casos relatados no país desde que o fim da epidemia foi declarado em 29 de dezembro – anunciou nesta quinta-feira (17) o governo guineano.

MPF obtém decisão que determina suspensão dos efeitos decorrentes da exploração do gás xisto

O Ministério Público Federal em Alagoas (MPF/AL) obteve decisão judicial favorável que determina, em caráter liminar, a suspensão dos efeitos decorrentes da 12ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios, promovida pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), e os efeitos dos contratos já assinados, no que se refere aos blocos de exploração de gás de xisto (gás de folhelho) localizados na Bacia de Sergipe-Alagoas.

Natureza violentada, artigo de Marcus Eduardo de Oliveira

Por qualquer ângulo que se lance o olhar, a crise ambiental pode ser vista como a expressão máxima de que a Terra é um organismo vivo que se baseia em equilíbrios extremamente sutis que, face a presença humana, foram acintosamente violentados tendo em vista fins produtivistas, condicionados, obviamente, à conquista de lucros.

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros