Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

OMS: 748 milhões de pessoas não têm acesso a água potável no planeta

Um total de 748 milhões de pessoas não tem acesso a água potável de forma sustentada em todo o mundo e calcula-se que outros 1,8 bilhão usem uma fonte que está contaminada com fezes, segundo relatório divulgado hoje (19) pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

1 bilhão de pessoas no mundo ainda vivem sem sanitários, diz OMS

Cerca de um bilhão de pessoas ainda não têm acesso a sanitários, o que representa um risco potencial para a propagação de doenças, como demonstrou a disseminação da febre hemorrágica do vírus Ebola, destacou um informe anual, publicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Diabéticos usam tatuagens para identificação em caso de emergência

Médicos recomendam que todo diabético leve consigo algum acessório que identifique que ele tem a doença, medida que facilita o atendimento médico no caso de uma emergência. Pode ser um colar, uma pulseira ou um cartão que traga a inscrição “sou diabético”, por exemplo. Mas alguns pacientes têm adotado uma forma mais radical de se identificarem: a tatuagem.

Energia nuclear é parte da solução para mudança climática, diz Nobel

A energia nuclear pode desempenhar um papel importante na luta contra a mudança climática e ser parte de sua solução, afirmou em entrevista para a Agência Efe o mexicano Mario Molina, vencedor do Nobel de Química em 1995, que nesta quarta-feira recebeu o Prêmio Campeões da Terra da ONU.

Emissões nacionais de gases-estufa aumentaram 7,8% em 2013, diz estudo

As emissões brasileiras de gases de efeito estufa aumentaram 7,8% em 2013 na comparação com o ano anterior, de acordo com levantamento paralelo ao do governo federal, divulgado nesta quarta-feira (19) por organizações não governamentais. Em números absolutos, o total lançado saltou de 1,45 bilhão de toneladas de CO2 equivalente para 1,56 bilhão tCO2eq.

Empresa suíça lança placa solar branca que deixa ambiente mais fresco

A empresa suíça CSEM anunciou recentemente ter desenvolvido placas fotovoltaicas brancas. A tecnologia deve ser bastante atraente para a indústria da construção, já que permite a produção de energia limpa, ao mesmo tempo em que ajuda a reduzir a temperatura dos edifícios.
quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Amazônia, a maior fonte gratuita de água doce, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

A Amazônia volta a ser objeto de discussão – depois do esquecimento por alguns meses que antecederam as eleições e não foi lembrada por nenhum candidato – como bioma importante, além de fonte inesgotável de produtos, na regulagem do ciclo hidrológico no Brasil. Cientistas afirmam que a estiagem calamitosa no sudeste tem a ver com o desmatamento na Amazônia, o que vem provocando grande repercussão na sociedade.

Sobre os impactos da energia nuclear, artigo de Roberto Naime

As centrais nucleares podem ser comparadas com as centrais termelétricas, onde o combustível é um material radioativo que, em sua fissão, gera a energia necessária para seu funcionamento. O reator aquece a água que desta forma se transforma em vapor, que gira as pás de uma turbina, cujo rotor gira com o eixo de um gerador, produzindo energia elétrica.

Moradores de São Paulo e Minas têm novas regras para uso da água

Os moradores de Minas Gerais e de São Paulo, abastecidos pelas bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, terão de seguir novas regras que envolvem a suspensão nas retiradas de água em períodos de escassez. As restrições vão atingir as atividades na indústria, no campo, no caso das irrigações, além do consumo em moradias e estabelecimentos comerciais.

Pesquisadores criam soro para tratar picadas de abelhas venenosas

Um soro para tratamento de picada de abelhas venenosas está sendo desenvolvido por pesquisadores brasileiros. Inédito no mundo, ele trará esperança de vida a pessoas atacadas por insetos da espécie Apis mellifera, popularmente conhecida como abelha africanizada, famosa pela agressividade.

82% dos brasileiros dizem que a natureza do país não está protegida

Pesquisa feita pelo Ibope, encomendada pela organização WWF-Brasil, aponta que 82% dos brasileiros acreditam que a natureza do país não está protegida de forma adequada e 56% dos entrevistados não estão satisfeitos com as áreas verdes existentes nas grandes cidades – a maior taxa de insatisfação é da população do Sudeste (62%). Os dados foram divulgados nesta terça-feira (18), durante o Congresso Mundial de Parques, que acontece em Sydney, na Austrália.

Gestantes passam a receber vacina contra coqueluche, anuncia ministro

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, anunciou nesta segunda-feira (17) que gestantes passaram a ser vacinadas faz duas semanas contra coqueluche pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A vacina deve ser aplicada em, no máximo, 20 dias antes do parto. Profissionais de saúde que trabalham em UTIs neonatais ou maternidades também receberão a dose.

Nível do Cantareira chega a 10,3% e segunda cota do volume morto é bombeada

Após ter se mantido estável em 10,8% entre os dias 13 e 14 deste mês, o nível do Sistema Cantareira voltou a apresentar quedas sucessivas, chegando a 10,3% da capacidade nesta segunda-feira (17). Os dados fazem parte do levantamento diário divulgado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Fortes chuvas nas cabeceiras do sistema na semana passada retardaram o início da utilização da segunda cota do volume morto.

Áreas de preservação brasileiras podem ser referência mundial, diz bióloga

As unidades de conservação privadas brasileiras podem se tornar referência para outros países, na opinião da bióloga Marion Bartolamei, coordenadora das reservas particulares do patrimônio natural (RPPN) do Brasil – a Reserva Natural Salto Morato (Guaraqueçaba – PR) e a Reserva Natural Serra do Tombador (Cavalcante – GO).

EUA afirmam que acordo climático bilateral terá impacto imediato na China

O recente acordo sobre o clima, assinado entre Washington e Pequim, vai obrigar a China a investir imediatamente para reduzir as emissões de gases de efeito estufa até 2030, afirmou nesta segunda-feira uma porta-voz da administração Obama, em resposta a críticas.

Sede da COP20, Peru é o quarto país mais perigoso para ambientalistas

Cinquenta e sete ambientalistas foram assassinados em uma década no Peru, fazendo deste país – que em dezembro sediará a próxima conferência climática da ONU (COP20) – o quarto mais mortal para defensores do meio ambiente, revela estudo publicado nesta segunda-feira pela organização internacional Global Witness, sediada em Londres.

Mais eficácia na reciclagem de eletroeletrônicos

Pesquisadores da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP) estão testando estratégias para recuperar de forma eficiente os metais presentes nas placas de circuito impresso (PCI) – componentes responsáveis pela circulação de sinais elétricos em celulares, computadores, tablets e certos modelos de micro-ondas, geladeiras, brinquedos e carros.

Orégano reduz consumo de sal por hipertensos, diz estudo da USP

O uso de orégano ou outras ervas finas nos alimentos pode ajudar hipertensos a reduzirem o consumo de sal, segundo pesquisa desenvolvida por nutricionistas da Universidade de São Paulo (USP), na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Um estudo com 120 pessoas revelou que pacientes que sofrem de pressão alta preferem alimentos com maior dosagem de sal e com dosagem intermediária, se o alimento estiver acompanhado desses condimentos.

Abobrinha é o alimento com mais resíduos de agrotóxicos

A abobrinha foi o alimento no qual foram encontrados mais resíduos de agrotóxicos, segundo pesquisa divulgada nesta sexta-feira (14) no relatório final do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Entre as amostras de abobrinha, alface, feijão, fubá de milho, tomate e uva, 25% apresentaram irregularidades.

Bactérias ajudam a tratar água utilizada por refinarias de petróleo

As refinarias de petróleo usam grande quantidade de água em um processo industrial denominado craqueamento catalítico, que visa aumentar o rendimento de produtos como gasolina e gás liquefeito de petróleo (GLP), por meio da conversão de frações pesadas provenientes da destilação do petróleo em frações mais leves e de maior interesse comercial.

Emissões de gases de efeito estufa caem mais de 40% em sete anos

As estimativas de emissões de gases de efeito estufa no Brasil entre 2005 e 2012 caíram 41,1%, de acordo com a segunda edição do relatório Estimativas Anuais de Emissões de Gases de Efeito Estufa, lançado nesta quinta-feira (13) pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O total de emissões em 2012 foi 1,2 bilhão de toneladas de gás carbônico equivalente (CO2eq), contra 2,03 bilhões em 2005. Os setores de energia e agropecuária dividem a liderança como maiores emissores, em 2012, com 37% das emissões cada.

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros