Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

O Brasil na contramão

No momento em que se intensificam as negociações internacionais sobre a mudança do clima, o Brasil retoma a velha diplomacia defensiva, se recusa a renovar compromissos com a redução do desmatamento e aumenta as suas emissões de gases do efeito estufa em 2013, após um período de sete anos em que havia conseguido reduzi-las.
quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Eletroeletrônicos mais eficientes podem reduzir consumo global de energia em 10%

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) anunciou na terça-feira, 23 de setembro, a Parceria para Eletrodomésticos e Equipamentos Eficientes, uma nova iniciativa para auxiliar a popularização de eletrodomésticos e eletrônicos mais eficientes. O objetivo é reduzir a demanda de energia global, mitigar os efeitos negativos das mudanças climáticas e melhorar o acesso à energia elétrica.

Suco de limão pode ajudar ESA a construir foguetes de maneira sustentável

Pesquisadores da ESA (Agência Espacial Europeia) estão pesquisando as propriedades do ácido cítrico, encontrado no suco de limão, na preparação de aço inoxidável, material de extrema importância na fabricação de satélites e foguetes. Com a substância, eles querem desenvolver um método alternativo e ambientalmente sustentável para preparar o metal.

Fiocruz vai liberar Aedes aegypti com bactéria no Rio para combater dengue

Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) vão soltar 10 mil mosquitos Aedes aegypti toda semana durante três ou quatro meses no bairro de Tubiacanga, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. Os mosquitos contêm a bactéria Wolbachia, que os impede de transmitir o vírus da dengue. O objetivo é substituir toda a população de mosquitos da região para reduzir os casos de infecção por dengue.

Ministro diz não descartar epidemia de febre chikungunya no país

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse nesta quarta-feira (24) que o Brasil pode enfrentar uma epidemia da febre chikungunya – doença transmitida pelo mesmo vetor da febre amarela e da dengue. “Não descarto a possibilidade [de epidemia]”, afirmou o ministro, durante lançamento de campanha sobre doação de órgãos.

‘Pensar a conservação ambiental é uma necessidade do agricultor familiar’

Dia 05/09 o Gambá promoveu o evento Ações Sustentáveis em São Miguel das Matas, foi uma conversa com os proprietários rurais do município sobre educação ambiental buscando sensibilizá-los a aderir à restauração de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e implantação de cercas vivas proporcionadas gratuitamente pelo Projeto Ações Ambientais Sustentáveis.

Lodo de esgoto é matéria-prima de fertilizantes orgânicos

A ideia empreendedora de produção de fertilizantes orgânicos com base no tratamento do esgoto destacou três alunos do curso de Engenharia Ambiental da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, e ficou entre os trabalhos selecionados para o evento Spin2014 do programa IDEup que será realizado na Cidade do México, nos dias 28 e 29 de outubro.
quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Eixo São Paulo-Rio tem a maior poluição luminosa do Hemisfério Sul

Tão nociva quanto qualquer outra, porém pouco estudada e discutida, a poluição luminosa tem avançado de maneira alarmante no eixo Rio –São Paulo com o crescimento das cidades e de suas economias. Esse trecho concentra a maior densidade de luz dispersa para o espaço em todo hemisfério sul. Além da perda significativa em termos de energia elétrica, ela afeta tanto os animais com as plantas por alterações metabólicas profundas.

Combate às mudanças climáticas não é danoso à economia, diz Dilma na ONU

A presidenta Dilma Rousseff defendeu na terça-feira (23), na Cúpula do Clima, um esforço global para ampliar investimentos no combate às mudanças climáticas e disse que o Brasil é um exemplo de que crescimento econômico e preservação ambiental não são contraditórios.

Eduardo Paes apresenta estudo sobre redução de CO2 na ONU

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, divulgou nesta terça-feira (23), em Nova York, uma pesquisa na qual as grandes cidades apresentam potencial para reduzir a emissão anual de dióxido de carbono (CO2) em 8 gigatoneladas até 2050, além das metas nacionais já estabelecidas, caso se empenhem de forma “agressiva” para reduzir a produção e o desperdício de energia.

Desperdício global de alimentos representa perdas de quase dois bilhões de euros

A perda e o desperdício de alimentos é a redução, ao longo de toda a cadeia alimentar (desde a produção até o consumo) e devido a qualquer causa, da quantidade de alimentos que em princípio estava prevista para ser destinada ao consumo humano. Estas perdas chegam a 1,3 milhão de toneladas métricas ao ano.

Fundo Verde para o Clima será destinado a programas de baixo carbono dos países em desenvolvimento

Durante a Cúpula do Clima, nesta terça-feira (23), governos, investidores e instituições financeiras se comprometeram a mobilizar 200 bilhões de dólares até o final de 2015 para o “Fundo Verde para o Clima”, destinado a ajudar os programas de baixo carbono dos países em desenvolvimento. O acordo deve dar um impulso significativo para a meta da ONU de obter 100 bilhões de dólares por ano até 2020.

Declaração de Nova York firma compromissos de reduzir o desmatamento, mas Brasil não assina carta

A Cúpula do Clima terminou com o compromisso assumido por 150 países e organizações, entre os quais 28 Estados-Membros, 35 empresas, 16 grupos indígenas e 45 grupos da sociedade civil, de reduzir o desmatamento pela metade, até 2020, e zerá-lo totalmente até 2030. O Brasil, contudo, não assinou a Declaração de Nova York durante a reunião. A informação foi confirmada pelo Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty.
terça-feira, 23 de setembro de 2014

Copenhague é segunda cidade no mundo a tornar obrigatórios os telhados verdes

Melhorar o ar que se respira e diminuir o consumo de energia são apenas alguns benefícios dos telhados verdes, que começaram a ganhar espaço na Alemanha como meio de cultivo e, posteriormente, alternativa para moradores que não possuem muito espaço nas grandes cidades.

Irrigação de cana com esgoto doméstico tratado economiza água, reduz consumo de adubo e emissão de gases do efeito estufa

Esgoto doméstico tratado pode ser usado para irrigar plantações de cana-de-açúcar de modo a produzir benefícios ambientais e ganhos maiores para o produtor, mostram duas teses de doutorado defendidas na Faculdade de Engenharia Agrícola (Feagri) da Unicamp. Entre as vantagens para o meio ambiente do uso de esgoto, estão a economia de água, da redução do consumo de adubo, da poluição e da emissão de gases do efeito estufa.

Brasil tem 508 escolas rurais sem infraestrutura, diz o estudo ‘Escolas Esquecidas’

No Brasil, 508 escolas rurais não têm condições de infraestrutura, têm baixa taxa de aprovação e muitos alunos abandonam os estudos. Nessas escolas não há sequer água filtrada. É o que mostra o estudo Escolas Esquecidas, divulgado esta semana pelo Instituto CNA, ligado à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil,  que mapeou esses centros de ensino. A maioria está nas regiões Norte e Nordeste e é de difícil acesso.

Enxaqueca dobra risco de diagnóstico de Mal de Parkinson

Pessoas que sofrem de enxaqueca na meia idade têm duas vezes mais chances de serem diagnosticadas com Mal de Parkinson, concluiu um novo estudo americano. Os pacientes que têm enxaqueca com aura, um tipo que inclue outros sintomas como a visão de luzes piscantes, sofrem ainda mais riscos. As informações são do site inglês Daily Mail.

Cepal: mudanças climáticas poderão custar até 5% do PIB latino-americano

Estimativas apresentadas na segunda-feira (22) pela Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (Cepal) estimaram que as mudanças climáticas devem custar entre 1,5% e 5% do Produto Interno Bruto (PIB) dos países latino-americanos, caso a previsão de aumento da temperatura global, prevista em 2,5 graus Celsius (ºC), seja concretizada. Nesta terça-feira (23) será feita a Conferência Mundial sobre o Clima na sede das Organização das Nações Unidas (ONU).

Força-tarefa internacional fará diagnóstico sobre polinização no mundo

Um grupo de 75 pesquisadores de diversos países-membros da Plataforma Intergovernamental de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES, na sigla em inglês), que reúne 119 nações de todas as regiões do mundo, fará uma avaliação global sobre polinizadores, polinização e produção de alimentos.

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros