Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Spa construído em contêineres gera energia solar e aproveita água da chuva

Um spa ecológico abrigado em contêineres está prestes a ser construído em São Francisco, nos EUA. Metade da água utilizada no local de relaxamento e beleza será oriunda das chuvas, e o aquecimento das saunas e banheiras ficará por conta de painéis solares, incluídos no projeto. Itinerante, o spa também contará com dois jardins – um na parte da frente, e outro nos fundos –que serão irrigados com a água de reuso do estabelecimento.

Meditação diminui dores e aumenta a imunidade do corpo, diz estudo

Um estudo realizado por pesquisadores dos EUA, da Espanha e da França concluiu que a meditação tem poder analgésico e anti-inflamatório, uma vez que a atividade diminui os níveis das substâncias que causam o estresse e as dores no organismo. Sendo assim, o estudo sugere que, aliada a um modo de vida saudável, a meditação é capaz de aumentar a imunidade do corpo e espantar doenças de forma eficaz.

‘O capitalismo sustentável é uma contradição em seus termos’ diz Eduardo Viveiros de Castro

Crítico feroz do neoliberalismo, de seus ícones e verdades, de suas políticas de “crescimento” que destroem a natureza, do consumo que empobrece as vidas, do Estado que as administra (não sem constrangimentos) e da esquerda (conservadora e antropocêntrica). “A felicidade, diz, tem muitos outros caminhos”.

Tecnologia mais sustentável produz telhas sem amianto e com menor uso de fibras sintéticas

Pesquisa desenvolvida no projeto Cimento-Celulose, elaborado pelos professores Holmer Savastano e Vanderley John, da Escola Politécnica (Poli) da USP, apresenta uma alternativa mais sustentável para o processo de produção de telhas de fibrocimento. Na tese de doutorado defendida por Cleber Marcos Ribeiro Dias, na Poli, a proposta é reduzir o uso de fibras sintéticas — que já são utilizadas como alternativa ao amianto — na composição do fibrocimento. As fibras possuem um alto valor no mercado, o que encarece o preço final da telha. O estudo ganhou Menção Honrosa no Prêmio Tese Destaque USP 2013.

18 motivos para incentivar a agricultura urbana, por Claudia Visoni

Típico da nossa sociedade compartimentada, o viaduto é uma solução pontual e ineficiente para apenas um problema. Custa muito, em geral não resolve o congestionamento, mas consegue aniquilar a qualidade de qualquer espaço urbano. Uma horta comunitária em uma praça ou uma horta para comercialização nas zonas mais afastadas do centro representa o oposto: solução quase grátis, prazerosa e sistêmica para um montão de problemas. Senhores governantes: por que investir tanto em viadutos e tão pouco em agricultura urbana?

A silvicultura urbana e as geotecnologias, artigo de Ivan André Alvarez

A Silvicultura Urbana é a ciência que estuda o conjunto da vegetação de porte arbóreo que reveste uma cidade, em área pública e privada, com finalidades ecológica, social e econômica. As geotecnologias se baseiam na referência geográfica para disponibilizar informação para o planejamento territorial. Essas técnicas auxiliam o planejamento e o gerenciamento, mas não são um fim em si, por isso necessitam de validação e acompanhamento das ações. A utilização dos diagnósticos gerados com o uso dessa técnica permite acompanhar sistematicamente o resultado do manejo, mas se o banco de dados não for corretamente alimentado não será promissora a continuidade das ações.

Objetivos e metas de um programa de Sistema de Gestão Ambiental, artigo de Roberto Naime

Os objetivos e metas de uma organização devem ser coerentes com a política ambiental da organização e para seu estabelecimento devem ser consideradas as constatações relevantes da revisão ambiental, os aspectos ambientais, impactos e efeitos ambientais associados.

Película barateia tratamento do pé diabético em 90%, diz pesquisador

Um pesquisador de São Carlos (SP) desenvolveu uma película usada em curativos que barateia o tratamento do pé diabético em até 90%. A Santa Casa já usa a tecnologia com sucesso em pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) e até nos que estão internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Inseto predador empilha corpos de vítimas para criar camuflagem

Um inseto encontrado na Malásia e na África usa os corpos de suas vítimas para se proteger de predador. O Acanthaspis consegue carregar até 20 formigas nas suas costas e essa camuflagem pode ser maior que o corpo do próprio inseto. As informações são do Daily Mail e da revista Smithsonian.
segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Garrafa elimina impurezas e transforma Coca-Cola em água

A empresa sueca ÖKO comercializa uma garrafa que utiliza uma tecnologia desenvolvida pela NASA, capaz de eliminar mais de 99,9% das impurezas da água. Os suecos também prometem que o recipiente pode transformar a Coca-Cola em líquido transparente, livre de corantes, aromatizantes e outras propriedades industrializadas – mas, de acordo com um teste, o filtro ainda parece preservar o açúcar.

Aquicultura: Cada vez mais comuns, peixes de cativeiro trazem riscos ambientais e à saúde

Você pode nem perceber quando vai ao supermercado ou à peixaria, mas pouco a pouco os peixes de cativeiro estão substituindo os pescados. O alerta foi dado pela FAO, a Organização para a Alimentação e a Agricultura: em 2012, metade dos peixes consumidos no mundo já não eram mais pescados naturalmente nos mares e oceanos. A tendência é de que muito em breve, os peixes de aquicultura sejam a maioria nos nossos pratos.

Resíduos das Comemorações de Fim de Ano, artigo de Antonio Silvio Hendges

Os garis da Comlurb tiveram trabalho reforçado neste dia 1º de janeiro/2013. Foram recolhidas 768 toneladas de resíduos após as festas de fim de ano, representando um aumento de 19% em relação ao ano passado. Só em Copacabana foram 403 toneladas, 10% a mais do que no último Réveillon. Foto: www.sidneyrezende.com

Energia renovável: o otimismo exponencial de Ray Kurzweil, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

Desde a Idade da Pedra (paleolítico) nossos ancestrais aprenderam a controlar a energia do fogo. Todavia, foi em 1768, quando James Watt inventou a máquina a vapor, que teve início o predomínio da produção industrial e o uso generalizado dos combustíveis fósseis (primeiro o carvão mineral e depois o petróleo e o gás).

SP: empresa é multada em R$ 15 milhões por ‘cachoeira de caramelo’

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) multou em R$ 15 milhões a empresa Agrovia, responsável pelo depósito de açúcar que pegou fogo na cidade de Santa Adélia, no final de outubro, causando uma “cachoeira de caramelo” que contaminou as águas do rio São Domingos.

Em 2017, volume de lixo eletrônico no mundo aumentará 33%, alerta estudo

A produção de lixo eletrônico no mundo todo alcançou quase 49 milhões de toneladas métricas, sete quilos por cada habitante do planeta, no ano passado. Para 2017 o número aumentará 33%, de acordo com um estudo publicado neste domingo (15) pela Universidade das Nações Unidas (UNU).

Agrotóxicos: 37,7 mil toneladas de embalagens são descartadas corretamente

De janeiro a novembro deste ano, mais de 37,7 mil toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos foram recolhidas e encaminhadas para o destino ambientalmente correto. O dado foi divulgado nesta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), entidade que representa os fabricantes desses produtos. O número representa um crescimento de 9% no volume coletado em todo o país, em relação ao mesmo período de 2012.

Países amazônicos criam plano estratégico para enfrentar mudanças climáticas

Os países da região amazônica elaboram um programa de ações estratégicas para dar um manejo integrado e sustentável aos recursos hídricos que o rio Amazonas fornece e enfrentar, assim, os desafios das mudanças climáticas que os ameaçam, informou a entidade nesta sexta-feira.

Não há previsão para votação de sementes resistentes a agrotóxicos, diz presidente da CTNBio

Não há previsão para a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) colocar em votação a liberação comercial de sementes de milho e soja resistentes ao herbicida do tipo 2,4-D, informou na quinta-feira (12) o presidente do colegiado, Flávio Finardi. De acordo com ele, o processo de autorização, previsto em lei para durar 90 dias, está atrasado em mais de um ano.

MPF quer avaliar impacto de liberar transgênico tolerante a agrotóxico

O procurador da República Anselmo Henrique Cordeiro Lopes solicitou nesta semana um estudo técnico sobre os possíveis impactos da liberação comercial de transgênicos tolerantes ao agrotóxico 2,4-D. O pedido foi enviado para a 4ª Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural do Ministério Público Federal.

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros